Procissão Marítima  2013

A 35ª Procissão Marítima de Angra dos Reis, recebeu de presente um belo dia de sol e muito calor. Cerca de 10 mil pessoas acompanharam a festa em centenas de embarcações grandes ou pequenas, com muitas lanchas, iates e um número surpreendente de jet skis. Angra dos Reis tem uma das maiores quantidades de embarcações registradas no litoral brasileiro e no primeiro dia do Novo Ano, foi possível conferir isso.

O evento começou antes das 9h, quando os ‘foliões’ das diversas turmas que organizam embarcações começaram a circulavar pelo Centro da cidade com uniformes e vestindo ainda alegria e disposição para enfrentar a maratona de cinco horas de passeio sob sol forte. As embarcações saíram do Cais de Santa Luzia por volta das 11h para a concentração na Praia das Flechas, na Ilha da Gipoia. Às 14h começou o cortejo até a Praia do Anil, no Centro. Diferente dos últimos anos, a Procissão ensaiou voltar aos seus momentos mais marcantes, na década de 90 e foi um grande sucesso, tendo inclusive a presença de seu criador, o ex-diretor da TV Globo, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, que criou o evento com um grupo de amigos em 1978. Feliz e satisfeito com a criação, Boni acenou para os foliões e foi destaque do evento. A barca madrinha este ano veio aberta, com DJs e animando todo o percurso, na Baía da Ilha Grande, apresentando as embarcações e prestigiando todos os participantes.

Entre o júri que escolheu as embacações vitoriosas nos quesitos animação, alegoria e orginalidade estavam a socialite Val Marchiori, o presidente Fundação de Turismo da cidade, Kaká Gibrail, a Miss Mundo Ilha Grande 2012, Gabrielle Vilela e a empresária Flávia Rocha . A prefeita de Angra, Conceição Rabha, também estava na lancha ‘Hello’, que conduziu os jurados e foi cedida ao evento por Val Marchiori. A organização do júri foi feita pelo colunista social Andrei Lara, a pedido da comissão organizadora do evento.

********

Venha brindar 2014 com a gente,

Angra te espera

*******

Procissão Marítima  2012
 

A 34ª edição da procissão marítima aconteceu com o tempo fechado e chuvoso diminuindo o brilho do evento, mas sem tirar a alegria contagiante dos foliões presentes nas lanchas, saveiros e traineiras que como de costume saúdam a entrada do novo ano.

A concentração dos barcos foi na Praia das Flechas, na Ilha da Gipóia. Por volta das 14h foi dada a largada, com chegada na Praia do Anil por volta das 16h. A criatividade e os protestos em forma de humor se fizeram presentes nas embarcações enfeitadas e animadas.

A segurança foi garantida pela Capitania dos Portos, pela Secretaria Municipal de Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros.

Esperamos que em 2013 o sol brilhe intensamente, fazendo do mar mais badalado do Brasil o point da alegria e da animação na festa mais tradicional da cidade.

********

Venha brindar 2013 com a gente,

Angra te espera

*******

 

Procissão Marítima  2011
 

O mar mais badalado do Brasil se vestiu de alegria para saudar 2011. A tradicional procissão marítima não reeditou o mesmo colorido e glamour de anos anteriores, mas mesmo assim continua sendo uma festa impar que merece atenção, cuidados e inovações, como qualquer evento permanente. O numero reduzido de barcos alegóricos e a falta do rebocador, caracteristica marcante em quase todas as edições fizeram falta a esta grandiosa festa. Mesmo assim a 33ª edição aconteceu em clima contagiante com a presença de muitas lanchas, iates, saveiros e traineiras e pela primeira vez contou com a participação de uma das embarcações da empresa Barcas S/A. A barca Itaipu, uma das mais tradicionais da concessionária, foi madrinha do evento e palco para a banda Água de Fogo que animou a festa. A concentração dos barcos foi na Praia das Flechas, na Ilha da Gipóia. Por volta das 14h foi dada a largada, com chegada na Praia do Anil por volta das 16h. A habitual criatividade não faltou com embarcações muito enfeitadas e animadas. Jurados tiveram a dura missão de escolherem os melhores, confira abaixo o resultado. A segurança foi garantida pela Capitania dos Portos, pela Secretaria Municipal de Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros.

RESULTADO

CATEGORIA ORIGINALIDADE:

3º LUGAR – ANGRA, VAMOS SORRIR NOVAMENTE

Troféu e prêmio em dinheiro no valor de R$ 1.000,00 (Hum mil reais)

2º LUGAR – REFUGIADOS DO AQUECIMENTO GLOBAL

Troféu e prêmio em dinheiro no valor de R$ 1.500,00 (Hum mil e quinhentos reais)

1º LUGAR – AQUECIMENTO GLOBAL

Troféu e prêmio em dinheiro no valor de R$ 2.500,00 (Dois mil e Quinhentos reais)

CATEGORIA ALEGORIA

3º LUGAR – OS THE DOGS

Troféu e prêmio em dinheiro no valor de R$ 4.000,00 (Quatro mil reais)

2º LUGAR – GALERA DO ROCK

Troféu e prêmio em dinheiro no valor de R$ 6.500,00 (Seis mil e quinhentos reais)

1º LUGAR – ANÔNIMOS BOAT SHOW

Troféu e prêmio em dinheiro no valor de R$ 10.000,00 (Dez mil reais)

CATEGORIA ANIMAÇÃO

3º LUGAR – EXTRAVASA BOAT

Troféu e prêmio em dinheiro no valor de R$ 4.000,00 (Quatro mil reais)

2º LUGAR – SÃO JOÃO COLORINDO A PROCISSÃO

Troféu e prêmio em dinheiro no valor de R$ 6.500,00 (Seis mil e quinhentos reais)

1º LUGAR – BALADA LEGAL

Troféu e prêmio em dinheiro no valor de R$ 10.000,00 (Dez mil reais)

********

Venha brindar 2012 com a gente,

Angra te espera

*******

 

A Festa em 2010

Em função dos acontecimentos que assolaram a cidade, a procissão marítima não se realizou.

A Festa em 2009

Milhares de barcos desfilaram com alegria, beleza e originalidade
no mar de Angra no primeiro dia do ano.

Em Angra, milhares de barcos enfeitados, lanchas e turistas de todo o Brasil saudaram 2009 e animaram a 32ª Procissão Marítima.

As embarcações premiadas no quesito alegoria foram em 1º lugar, Deusa Maior com o tema “África dos Sonhos”, e em segundo Anastácia com “Para Melhorar é Preciso Educar”. Em originalidade as vencedoras foram as lanchas Scooby doo, 1ª colocada, com o tema mosquito da dengue e a segunda Fifia com “Entre o Céu e o Inferno”. As galeras mais animadas foram as das embarcações Alto Astral com “Vida Caiçara” e em segundo lugar a turma do Marit’s Samba com “Carnaval no Mar e na Terra”.

O evento que é organizado pela Prefeitura com apoio da Associação Organizadora das Galeras dos Barcos da Procissão Marítima e distribuiu neste ano mais de R$ 46 mil em prêmios para os participantes que pularam, dançaram e esquentaram o maior, mais bonito e colorido carnaval do mar do Brasil.

A procissão que tem como marca registrada diversão com total segurança contou com apoio, em todo o percurso (Ilha da Gipóia - Praia do Anil) de embarcações da Capitania dos Portos, Bombeiros, Defesa Civil, médicos de emergência e um helicóptero.

A inovação deste ano, que trouxe mais facilidade para a escolha das embarcações vencedoras e ainda mais segurança para a navegação no evento, foi a promoção no local da concentração, Ilha da Gipóia, de um grande desfile de barcos ao redor das embarcações dos jurados e de apoios como o do “barco madrinha”, o rebocador Érika, que embalou todos os foliões com som potente e orientações que ajudaram marinheiros e pescadores. A procissão só terminou no final da tarde na Praia do Anil com show do Grupo Monobloco fazendo todo mundo sambar nas areias da praia.

A Festa em 2008

Muita festa e animação num dia maravilhoso !

O dia nasce bonito e ensolarado, o mar perfeito, calmo e exibindo o azul brilhante contrastando com o verde exuberante da Mata Atlântica.

Cenário perfeito para mais um dia de festa, quero dizer a Festa. Mais uma ano em que milhares de embarcações com seus foliões, brindarão a chegado de 2008 com muita alegria no mar de Angra dos Reis.

Além de todo o colorido dos barcos, lanchas e iates, desta vez dois transatlânticos definiram em suas rotas, uma parada na baía de Angra para participarem da Procissão Marítima.

Como de costume entre 10h e 11horas, os barcos partem dos diversos pontos da cidade em direção a Ilha da Gipóia, local da concentração. Por lá ficam circulando e sendo avaliados por um grupo de jurados. A concentração durou em média 2 horas e depois os barcos seguiram em procissão, para a praia do anil, onde foi dado o resultado dos  grandes vencedores do ano.

Saveiros, escunas, traineiras e pequenas embarcações, todas enfeitadas como muita criatividade e cores, desfilaram pelo mar de Angra na única micareta no mar do Brasil.
 

Após o resultado um show no palco principal da praia do anil, encerrava mais uma edição de uma festa singular, consagrada e que conquista a cada dia novos admiradores em função da grandiosidade e beleza.

A Festa em 2007
 

Milhares de embarcações participaram da Procissão Marítima de 2007 em Angra dos Reis!

Angra dos Reis festejou a chegada de 2007 como manda a tradição. O primeiro dia do ano foi regado a muito som, cor, gente bonita e animada. O dia nublado e uma chuva fina que teimava em cair durante o percurso da procissão não apagou o brilho da festa. Os barcos enfeitados e coloridos de diversas cores levavam os foliões que aproveitavam cada minuto do Carnaval no mar. Eles foram embalados pelo som da Banda Pizindim, que estava a bordo de uma balsa na concentração na Praia da Flechas, Ilha da Gipóia.

Dois transatlânticos fundeados na baía da Ilha Grande, foram atrações a parte: o Grand Voyager, considerado o navio mais rápido do mundo, e o Grand Mistral. Ambos trouxeram para Angra cerca de 3.500 turistas vindos de toda a parte do Brasil e do mundo. Muitos dos passageiros não quiseram ficar de fora da agitação, e desembarcaram dos transatlânticos em saveiros e traineiras para acompanhar a procissão . O rebocador, seguindo a tradição, deu um refresco com jatos de água naqueles que permaneceram ancorados e nas demais embarcações.

 

Para avaliar e premiar as embarcações que concorriam nas diversas categorias, os jurados foram Magda Cotrofe, modelo; Sérgio Ferrari, personal trainer; Jean Fercondine, ator da Rede Globo - Malhação; e Sacha Bali, ator da Record - novela Bicho do Mato. Eles estavam a bordo de uma lancha e circularam por entre todas as embarcações e tiveram muita dificuldade para escolher as embarcações que mais se destacaram em cada categoria do concurso.

O Tradicional rebocador da Petrobras, desfilava exuberante pela águas da baía da Ilha grande. Ladeado por lanchas, saveiros e traineiras, ia jorrando jatos de água, para alegria e diversão de milhares de pessoas.

A segurança do maior Carnaval do mar do Brasil foi garantida pela Capitania dos Portos, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, 30 barcos de apoio e equipes médicas de plantão no mar e em terra.

Na Praia do Anil milhares de pessoas aguardavam ansiosas o regresso da procissão, que veio acompanhada da balsa com o som da banda Pizindim. O clima foi de paz e harmonia.

****

Um pouco mais de história

Em 2007 tivemos a 30º edição do evento que se transformou num dos principais eventos do Brasil no primeiro dia do ano, atraindo milhares de turistas e celebridades de todas as partes do mundo. Pra quem só conhece o evento através das manchetes de jornais, revistas, sites e televisão, vamos contar aqui como tudo começou,  os avanços, transformações e as principais atrações, desde seu início até hoje.

COMO NASCEU A MAIOR FESTA NÁUTICA DAS AMÉRICAS

Em 1978, inspirado por festas que aconteciam em outras cidades do Brasil, o Sr. José Bonifácio de Oliveira Sobrinho , o Boni da Rede Globo de televisão, reuniu um grupo de amigos e com as imagens de Nosso Senhor dos Navegantes e Nossa Senhora da Piedade, criou a primeira Procissão Marítima de Angra dos Reis, no dia 1ºde janeiro. O trajeto ia da Praia das Flechas na Ilha da Gipóia à Ponta do Cantador.

Três anos depois,evitando qualquer conflito com a Igreja Católica, já que eram usadas imagens sacras, e com a proposta de envolver pessoas de todos os credos e raças no evento, os santos deixaram de ser utilizados. A festa já havia se transformado em profana.

Era um verdadeiro carnaval no mar, milhares de embarcações enfeitadas, artistas globais, principalmente o Chacrinha " O Velho Guerreiro ", que a bordo de uma lancha juntamente com o Boni, saudavam as embarcações dando aos boa vindas para o ano que acabava de começar. 

Nesta época a a divulgação da rede globo era tão intensa que longos minutos e flashs ao vivo eram exibidos no Jornal hoje e Globo Esporte, no final da noite faziam o fechamento com uma grande cobertura no Jornal Nacional. 

Foi comum ver por aqui o inesquecível Ayrton Senna em seu ultra leve sobrevoando a procissão, o iate Lady Laura de Roberto Carlos e o Tri- Campeão de Fórmula 1 Nelson Piquet, além de outras grandes estrelas do mundo do esporte e da televisão, que escolhiam o mar de Angra para iniciarem o ano novo.

ANGRA ASSUME O EVENTO

Depois de mais de 10 anos coordenando a Procissão, Boni tirou umas merecidas férias, podendo dedicar maior atenção a sua família durante as festividades do Reveillon e então a Prefeitura de de Angra assumiu totalmente o evento, passando assim a tocar a sua principal festa sozinha.

A Procissão já é um evento forte, consolidado. Crescem as turmas organizadas e o lado comercial se torna mais presente com o aumento do número de embarcações que cobram pelo passeio durante a procissão. Os prêmios em dinheiro, são disputados acirradamente, muitas das vezes gerando polêmica com a divulgação dos resultados. 

EM 1998 UM PROJETO AUDACIOSO COM  ARES DE MEGA PRODUÇÃO

A Procissão Marítima completava 20 anos e teria que ser em grande estilo. O comandante Boni, atendeu ao apelo da Cidade de Angra e voltou com disposição ao comando da festa.

Disposto a ajudar à fazer uma festa inesquecível, é desenvolvido um projeto na qual Boni cria um mega palco alegórico, cuja parte visual foi elaborada por Renato Lage, a engenharia sonora coordenada por Eduardo Lemos, da Transasom, a engenharia de produção coordenada pelo Prof. Vladimir Sacramento e supervisão de operações por Marcos Bordini. 

Nascia uma embarcação, mais bonita que qualquer carro alegórico de escola de samba.

Toda revestida em tecido ortofônico escondendo a parafernália de som e geração de energia elétrica. 

Em cima se revezavam a Orquestra do Maestro Formiga que conduziu os bailes dos primeiros dez ano de Procissão, e é claro a Bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel.

A FESTA FOI REINVENTADA

Várias inovações foram inseridas na Procissão Marítima, uma delas foi a transmissão ao vivo da programação da Balsa Madrinha para todos os outros barcos via rádio FM. Mas não só os navegantes puderam dançar ao som da Mocidade, um equipamento de som muito potente recebia o sinal na Praia do Anil e mais de 50 mil pessoas esperavam os barcos sabendo o que estava acontecendo durante o trajeto.

Assim a cada ano a procissão foi crescendo em investimento e estrutura. 

A FESTA Nº 1 NOS MARES DA AMÉRICA LATINA 

Neste mesmo ano, em função da consolidação da parceria com a AMBEV, a festa ganhou o aval da Brahma, tendo a empresa produzido o Camarote Nº 1 no Mar, com artistas e convidados. Era a Procissão Marítima ganhando vida nova. 

Para este ano também foi desenvolvida uma programação paralela, nos dias sequentes a Procissão Marítima. Uma micareta com as bandas da Bahia, AraKetu, Jamil e Uma Noites e Banda Eva., acontecia em Angra o BrhamAxé

Nos anos seguintes, a micareta se transformou em Angra Folia, uma sequência de shows, levando bandas como Terra Samba, Raça Negra, O Rappa, Vinny e outros artistas. Agora em área fechada, e com estrutura de camarotes.

NOVAMENTE A FESTA GANHA O BRASIL 

Em 1999, a festa se adaptava aos novos tempos e colocava um trio elétrico sobre uma balsa, sendo chamada pela grande imprensa de “a única micareta no mar”. Característica que continuou sendo explorada em 2000, mantendo a bossa do evento, e com um equipamento de som que continuava a atender as necessidades técnicas.

O trio elétrico que conduziu a Procissão Marítima nos dois anos seguintes, foi o Alucinante. Entre outros serviços realizados, desfilou no Carnaval 2000  nas ruas de Salvador com o Grupo É o Tchan, nos quatro blocos e dois circuitos.

Em 2001, é a vez da Banda Eva tocar em cima de um trio elétrico em pleno mar. Considerada por muitos a melhor procissão de todos os tempos. Este ano marcou o fim dos trios no mar. Em função das normas de segurança a Prefeitura  de Angra, começou a implementar nos anos seguintes, um barco madrinha com potente equipamentos de som e investir na premiação dos barcos alegóricos, visando aumentar o número de embarcações enfeitadas, mantendo o colorido da festa.

 

 

Em 2005 o céu azul e o sol iluminaram ainda mais  procissão, que ainda teve o belíssimo transatlântico Blue Dream, abrilhantando o belo cenário.

Deixando turistas de todas as partes do mundo fascinados com a quantidade de embarcações coloridas pelo mar, que extravasavam suas alegrias, fazendo um carnaval sem limites no primeiro dia do ano. 

 

Em 2006, o símbolo mais tradicional da Procissão Marítima, estava lá. O rebocador da Petrobrás, que em todos os anos refresca a galera, esguichando água para todos os lados. Quem quer se refrescar é só aproximar sua embarcação.

Além desta rápida retrospectiva que fizemos, você pode ver em Anos Anteriores, todo o colorido deste grande evento.


 

A FESTA   ANOS ANTERIORES